Matérias
Amazonas

Próxima do recorde, estiagem em Manaus dá sinal de desaceleração nesta sexta

Descida do Rio Negro superou os 30 centímetros diários em setembro, mas registro recente apontou redução de 23 centímetros

Escrito por
September 29, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

A vazante do Rio Negro em Manaus apresenta registro diário de descida superior a 10 centímetros desde agosto, chegando a uma redução por dia de 30 centímetros em setembro. Nesta sexta-feira (29), a estiagem que levou a capital à situação de emergência apresentou o primeiro sinal importante de desaceleração da seca, visto que a medição apontou diminuição de 23 centímetros. As informações são do Porto de Manaus.

Com o registro, o nível do Rio Negro chegou a 15,88 mentros. A cota mínima recorde na cidade é de 13,63 metros, do dia 24 de outubro de 2010. No histórico de medição, no porto, as cotas mínimas anuais são registradas principalmente nos meses de outubro e novembro. Como a medição em Tabatinga apresenta subida do Rio Solimões desde segunda-feira (25), a expectativa é que o reflexo ocorra em Manaus em aproximadamente um mês.

Nesta quinta-feira (28), a Prefeitura decretou situação de emergência na cidade em razão da intensificação da estiagem nos últimos dias. Ações como a construção de 150 metros de pontes de madeira na Marina do Davi e a interdição da praia da Ponta Negra - ainda não oficializada, mas prometida pelo prefeito quando o rio chegasse a 16 metros - são alguns dos marcos mais notáveis do momento.

Segundo boletim da Defesa Civil do Amazonas, Manaus e outros 18 municípios estão em situação de emergência, enquanto 36 cidades estão em alerta, cinco em atenção e apenas duas em normalidade.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas