Matérias
Política

PF aponta agências de publicidade como possível origem de áudios feitos contra David Almeida

Nove mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos no estado do Amazonas para identificar os responsáveis pela criação de difamação eleitoral contra o prefeito de Manaus, David Almeida, com uso de inteligência artificial.

Escrito por
Redação
February 9, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, 9 de fevereiro, a Operação Nirmata no estado do Amazonas. O objetivo da operação é identificar todos os autores envolvidos na criação de difamação eleitoral contra o prefeito da cidade de Manaus, David Almeida, com o uso de inteligência artificial.

No total, nove mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos, tendo como alvos um designer, três empresas de publicidade, sócios das empresas e dois compartilhadores da "fake news". Mídias computacionais foram apreendidas, e os suspeitos estão sendo intimados a depor na Superintendência da Polícia Federal.

Leia Também

O Ministério Público Eleitoral e a Ordem dos Advogados do Brasil acompanham as diligências.

O caso teve início quando professores fizeram uma manifestação em frente à Prefeitura de Manaus, e um áudio foi divulgado no dia seguinte atribuindo insultos aos docentes ao prefeito David Almeida. No entanto, a Polícia Federal conseguiu provar tecnicamente que o material não era autêntico.

Agora, foi identificado o sistema usado, quem produziu o áudio, o local de produção e uma agência de publicidade responsável pela divulgação e propagação em plataformas digitais.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas