Matérias
Mundo

Após derrota esmagadora, Premiê espanhol dissolve parlamento

A eleição geral que seria em dezembro, foi antecipada para 23 de julho

Escrito por
Lucas Albarado
May 28, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p>A população da Espanha foi às urnas no último domingo (28) para eleger seus novos representantes municipais e regionais, onde a maioria dos novos eleitos foram do Partido Popular (PP) da direita espanhola. </p>

<p>Derrotados nas urnas, o premiê Pedro Sánchez, do Partido Socialista Obreiro Espanhol (PSOE) informou na manhã desta segunda-feira (29), que irá dissolver o parlamento e convocar eleições gerais antecipadas, previstas para dezembro, para uma nova data, em 23 de julho.</p>

<p>A partir de terça-feira (30) o parlamento e senado espanhol serão dissolvidos, dando lugar aos eleitos do PP e VOX, partido de extrema direita. </p>

<p>O pleito irá eleger os novos deputados e o novo premiê do país. Eleito em 2018, Sánchez não informou se concorrerá a um novo mandato. </p>

<p>Sete, das dez principais cidades espanholas passaram das mãos dos socialistas, para políticos do PP, incluindo a Comunidade de Madrid. </p>

<p>“Assumo em primeira pessoa esses resultados e acredito ser importante submeter nosso mandato democrático à vontade popular” declarou o premiê </p>

<p>Na apuração dos votos, o PP garantiu 33,5%, contra 28,1 do PSOE, e os voto restantes foram divididos entre outros partidos. </p>

<h2>Organização da Política Espanhola</h2>

<p>A Espanha é uma das 44 monarquias vigentes no mundo, e sua forma de governo é parlamentarista. Desse modo, o rei tem poder sobre as forças armadas e de reconhecer o premiê eleito pelos deputados, que terá o poder de chefe de governo.</p>

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas