Matérias
Política

Após decisão de Moraes, Mauro Cid deixou prisão neste sábado

A liberdade provisória do militar acontece dias depois de Mauro Cid firmar um acordo de delação premiada com a Polícia Federal

Escrito por
Lucas Albarado
September 9, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, concedeu liberdade provisória ao tenente-coronel do Exército Mauro Cid, por afirmar que ela não seria mais “adequada e proporcional” , podendo ser substituída por medidas alternativas.

Cezar Bitencourt, advogado do militar, informou que ele deveria deixar a prisão ainda nesta tarde, por volta das 15h de Brasília, o que de fato aconteceu. 

A decisão de Moraes a favor de Mauro foi concedida logo após sua deleção premiada com a Polícia Federal (PF) ser homologada. 

Cid terá que usar tornozeleira eletrônica, apresentar-se semanalmente, não sair do país, não usar redes sociais e não se comunicar com outros investigados, exceto sua esposa, filha e pai. 

Preso desde maio, ele esteve na sede da PF para prestar depoimento diversas vezes, e agora deve prestar novo depoimento e apresentar documentos que fundamentam sua delação. A colaboração do militar refere-se a investigação sobre milícias digitais. 

Ele também é tido como peça chave da investigação que apura a venda de presentes oficiais recebidos pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas