Matérias
Brasil

Após ataque a ZFM feita pelo secretário do Governo Federal, o Ministério da Fazenda afirma que o modelo será preservado

Ainda de acordo com a resposta do Ministério, Appy defendeu o modelo de tributação do IVA (Imposto de Valor Agregado), em sentido amplo.

Escrito por
Redação
February 8, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p></p>

<p></p>

<p></p>

<p>Após repercussão de fala do Secretário Especial para Reforma Tributária, Bernard Appy, em evento do Renova BR, em Brasília, o Ministério da Fazenda respondeu para o DC que “Em nenhum momento o secretário falou em “extinguir todo tipo de benefício” (da ZFM).</p>

<p>Ainda de acordo com a resposta do Ministério, Appy defendeu o modelo de tributação do IVA (Imposto de Valor Agregado), em sentido amplo. “Tem que haver uma saída para a Zona Franca de Manaus, que garanta, no mínimo, a preservação do emprego e da renda gerados hoje pela Zona Franca de Manaus para a região”, teria afirmado o Secretário.</p>

<p>Ainda repercutindo o episódio, o ex-deputado Serafim Correa, que também é economista, publicou um artigo com duras críticas as afirmações de Bernard Appy. De acordo com a manifestação de Serafim, o Secretário é contra o modelo ZFM e que, apesar de dizer que há alternativas para ZFM, Appy não apresenta quais são elas.</p>

<p><strong>Confira o Artigo de Serafim Correa:</strong></p>

<p>LINK: <a href="https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:7029501421490221057">https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:7029501421490221057</a></p>

<p><strong>Confira resposta do Ministério da Fazenda:</strong></p>

<p>''Ao defender o modelo de tributação do IVA (Imposto de Valor Agregado), o secretário de Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, afirmou, em sentido amplo, que “no Brasil, muitas vezes, para uma empresa é melhor ter um bom benefício fiscal do que ser mais eficiente que seu concorrente”, o que é prejudicial para o crescimento do país.</p>

<p>Em outro momento do evento de hoje, no Renova BR, em Brasília, em resposta à indagação de um parlamentar amazonense, o secretário Appy afirmou: “Tem que haver uma saída para a Zona Franca de Manaus, que garanta, no mínimo, a preservação do emprego e da renda gerados hoje pela Zona Franca de Manaus para a região”. O secretário salientou que a transição para o novo sistema tributário não acontecerá de forma brusca e que o governo está aberto para discutir com a bancada do Amazonas no Congresso qual o melhor desenho para que o estado faça essa transição.</p>

<p>Assessoria Especial de Comunicação Social</p>

<p>Ministério da Fazenda''</p>

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas