Matérias
Esporte

Amazonenses na história: do Ouro no Pan a campanha de destaque

"A edição foi considerada histórica principalmente para o Brasil que ficou em segundo lugar no quadro geral de medalhas"

Escrito por
Larissa Balieiro
November 6, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

Chegou ao fim mais uma edição dos Jogos Pan-Americanos 2023. Na noite de domingo (5), aconteceu a cerimônia de encerramento da competição que ocorreu em Santiago, no Chile, no período de 22 de outubro a 5 de novembro. A edição foi considerada histórica principalmente para o Brasil que ficou em segundo lugar no quadro geral de medalhas, ficando atrás apenas dos EUA.

Dentro deste feito para o Brasil, temos destaque para um amazonense medalhista, uma amazonense no quadro de arbitragem e chefiando os medalhistas de ouro da Seleção Brasileira de Futebol, um pé quente local. É isso mesmo, deixa eu apresentar a vocês esses feras.

Começo falando do presidente da Federação Amazonense de Futebol, Ednailson Rozenha. Ele foi convidado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para chefiar a delegação brasileira nos jogos do Pan e viu de perto o Brasil conquistar a medalha de Ouro nos jogos do Pan após 36 anos. O tão sonhado lugar mais alto do pódio veio nos pênaltis diante dos donos da casa, o Chile. O placar foi de 4 a 2.

Foto: Lesley Ribeiro/CBF

Rozenha é um entusiasta do futebol amazonense e comentou bastante viver esse momento em seu primeiro ano de gestão. Garantindo ser pé quente, vibrou com a conquista e falou da oportunidade de viver esse momento."Eu sou abençoado, costumo falar isso com frequência. Estar presente nesse momento depois de 36 anos é especial para mim e todas as pessoas que represento aqui", declarou emocionado.

Foto: Lesley Ribeiro/CBF

A última conquista da medalha de ouro do futebol masculino havia sido em 1987, nos jogos Pan-Americanos de Indianápolis, nos Estados Unidos. Em 2023, sob a chefia de Rozenha, o tabu foi superado e o hino brasileiro voltou a tocar no pódio do futebol masculino.

Se não bastasse de certa forma ter o futebol amazonense representado por lá vivendo a história, durante toda a competição tivemos uma árbitra FIFA do Amazonas. Anne Kesy mais uma vez viu a história acontecer e esteve na edição mais representativa para o Brasil em jogos Pan-Americanos. Desde que entrou para o quadro seleto de árbitros da entidade máxima de futebol, ela vem conseguindo alcançar voos ainda maiores. Que alegria acompanhar a trajetória desta mulher. 

Anne atuou em três jogos durante o Pan: 

1• rodada Chile x Paraguay 

3• rodada USA x Argentina

Semifinal Chile x USA

Foto: Divulgação

Sério, é um orgulho imenso vê-la conquistando seu espaço cada vez mais. Uma mulher, Amazonense, no quadro FIFA e em jogos internacionais. Anne, você merece muito mais! 

Foto: Divulgação

E para completar esse momento histórico para o Brasil e com o Amazonas perto, tivemos medalha de prata. O amazonense Pedro Nunes se destacou nas provas de atletismo nos jogos do Pan-Americano e conseguiu a marca 78.45 metros, garantindo o pódio. A conquista é inédita para o Estado do Amazonas na modalidade. Pedro participou pela primeira vez da competição e é bolsista do projeto Bolsa Atleta do Governo do Amazonas. Um senhor incentivo. Agora, Pedro está próximo de garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. A importância é de garantir mais pontos e subir no índice. Vamos torcer.

É de suma importância estarmos vivendo momentos tão representativos para o esporte e de alguma forma, ter o futebol amazonense ou o estado do Amazonas ali, próximo da história. Foi um ano promissor, sem sombra de dúvidas.

O esporte é maravilhoso demais!

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas