Matérias
Meio Ambiente

Amazonas registra quase 100 crimes ambientais nos primeiro semestre de 2022

Escrito por
August 15, 2022
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p>O Amazonas registrou quase 100 crimes ambientais nos primeiros seis meses de 2022. Os dados, divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), mostram um elevado índice de maus-tratos a animais e crimes relacionados à queimada e transporte de madeira ilegal.</p>

<p>A SSP-AM divulgou os dados registrados na Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema). De janeiro até junho deste ano, o mês de maio ficou em primeiro lugar no ranking de maior número de crimes registrados.</p>

<p>O crime mais registrado no mês também foi o mais denunciado em todo primeiro semestre. Maus-tratos a animais, em sua maioria domésticos, está no topo da lista de crimes mais denunciados e registrados na especializada.</p>

<p>Quedas de prédios, atropelamento, abandono, entre outros crimes estão entre os 40 registros de maus-tratos a animais, segundo os dados divulgados pela SSP-AM, de janeiro a junho.</p>

<p>Depois, com 18 registros, o crime de adquirir ou receber madeira sem licença também preocupa as autoridades, na capital e no interior.</p>

<p>Os casos que chegam até a Dema são, por muitas vezes, provenientes de denúncias anônimas, através do disque-denúncia (190) ou, por meio de operações integradas realizadas tanto pela Polícia Civil, como pela Polícia Militar, como a Operação Pantera, operacionalizada pelo Batalhão Ambiental da PMAM.</p>

<p>Deflagrada constantemente nos finais de semana, a operação é realizada com um conjunto de ações simultâneas realizadas por policiais especialistas em crimes ambientais, com o objetivo de coibir transporte de madeira, pescado e carvão mineral de forma ilegal, tráfico de animais. </p>

<blockquote class="wp-block-quote"><p>"No nosso meio terrestre, estamos trabalhando bastante nas rodovias com a questão da madeira ilegal, carvão e pescado, e a população tem nos ajudado bastante, principalmente na área rural. Nosso disque denúncia é 8842-1547, além do 190", disse o capitão Marcos Barroso, comandante da Operação Pantera.</p></blockquote>

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas