Matérias
Saúde e Bem Estar

Alimentos ultraprocessados causam cerca de 57 mil mortes no Brasil

Estudo aponta que os alimentos se tornam viciantes principalmente por conter altas doses não naturais de carboidratos refinados, açúcares e gordura

Escrito por
March 2, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p><strong>Você sabia que alimentos ultraprocessados são responsáveis por dezenas de milhares de mortes por ano no Brasil?</strong></p>

<p>O fato foi apontado em estudo feito pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e Universidad de Santiago de Chile.</p>

<p>Em um mundo onde as pessoas têm cada vez menos tempo para se alimentar adequadamente, pesquisadores e médicos apontam que esse problema não será resolvido tão cedo. E alegam que a atuação do poder público é a chave para melhorar a qualidade da alimentação da população brasileira.</p>

<p>Na visão dos especialistas, o país acumula um histórico de prioridades erradas, pois concede uma série de subsídios e incentivos fiscais que barateiam e tornam mais acessíveis os produtos industrializados, bem como salsicha, macarrão instantâneo e refrigerante, enquanto dá pouco apoio à produção de frutas e legumes, principalmente de pequenos produtores.</p>

<p>O estudo que avaliou esses impactos sobre a saúde dos alimentos ultraprocessados (produtos que passaram por maior processamento industrial e contêm substâncias sintetizadas em laboratório), apontou que eles foram responsáveis pela morte de 57 mil pessoas no país, com base nos dados mais recentes (2019) disponíveis sobre o tema. Ao compararmos, 45,5 mil pessoas foram assassinadas no Brasil, segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde, nesse mesmo ano. É um nível bastante elevado e serve de alerta para a população.</p>

<p>Estudo feito por pesquisadores da Universidade Yale, nos Estados Unidos, revelou que os alimentos se tornam viciantes principalmente por conter altas doses não naturais de carboidratos refinados, açúcares e gordura. Inclusive, refrigerantes e cerveja estão entre os dez alimentos mais consumidos pelos brasileiros.</p>

<p>A nutróloga Maria Paula de Albuquerque, integrante do Grupo de Trabalho de Saúde e Nutrição, afirma:</p>

<blockquote class="wp-block-quote"><p><em>"Hoje, vivemos em um ambiente que favorece a obesidade. Quase tudo conspira para que você coma alimentos não saudáveis. Está na hora dos alimentos ultraprocessados serem abordados como o tabaco, porque esses produtos levam ao vício".</em></p><cite>Nutróloga Maria Paula de Albuquerque</cite></blockquote>

<p>Segundo ela, é necessário fazer incentivos fiscais e a implementação de políticas públicas que priorizem a produção e publicidade de alimentos nutritivos. Pois, o preço dos alimentos in natura subiu consideravelmente mais em comparação aos alimentos processados e ultraprocessados.</p>

<p>Por fim, destacou que a educação alimentar e nutricional nas escolas é muito importante, para educar desde cedo as crianças e também seus familiares.</p>

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas