Matérias
Brasil

AGU cria força-tarefa para investigar desvios na Operação Lava Jato

A Advocacia-Geral da União anuncia a criação de uma força-tarefa para investigar agentes públicos envolvidos em desvios de conduta durante a Operação Lava Jato

Escrito por
Thiago Freire
September 7, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

A Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou hoje a criação de uma força-tarefa destinada a investigar agentes públicos envolvidos em desvios de conduta durante a Operação Lava Jato. Essa decisão ocorreu após a divulgação da liminar concedida pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), que anulou as provas obtidas nos acordos de leniência da Odebrecht.

A investigação da AGU também visa promover a reparação de danos decorrentes de decisões proferidas pela 13ª Vara Federal em Curitiba, que foi comandada pelo ex-juiz e atual senador Sérgio Moro.

No escopo da investigação, serão analisadas as condutas de procuradores do Ministério Público Federal (MPF) e de juízes que atuaram na Operação Lava Jato. Caso sejam identificadas responsabilidades, a AGU buscará cobrar indenizações para ressarcimento ao governo federal.

A decisão do ministro Toffoli também incluiu uma afirmação de que a prisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante as investigações da Lava Jato poderia ser considerada um dos "maiores erros judiciários da história do país”.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas