Matérias
Brasil

Abin espionou celulares em todo o Brasil

Abin, sob gestão de Bolsonaro, pode ter violado a intimidade de 10 mil pessoas

Escrito por
Redação
March 13, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p>A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) usou um programa secreto para monitorar a localização de cidadãos durante os três primeiros anos do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. A informação foi revelada nesta terça-feira (14) pelo jornal O Globo, que obteve documentos sobre o caso.</p>

<p>De acordo com o jornal, a agência utilizou uma ferramenta chamada FirstMile, desenvolvido pela empresa israelenese Cognyte — conhecida anteriormente como Verint. O programa permite rastrear a localização de um cidadão apenas digitando o número de seu telefone celular, identificando a "área aproximada de aparelhos que utilizam as redes 2G, 3G e 4G".</p>

<p>O software teria sido contratado por R$ 5,7 milhões, com dispensa de licitação, e permitiria identificar a localização de até 10 mil pessoas em um período de 12 meses. No entanto, a Abin não teria autorização para fazer uso do serviço, violando assim o direito à privacidade dos cidadãos.</p>

<p>Com o FirsMile, a agência conseguia identificar onde estava um telefone a partir da comunicação com torres aproximadas. Assim, seria possível acessar um histórico de regiões por onde um aparelho passou e até criar um alerta em tempo real de movimentações. A ferramenta teria sido adquirida ainda em 2018, sob a gestão de Michel Temer, e foi utilizada até 2021, segundo as informações do veículo.</p>

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas