Matérias
Política

A análise de hóspedes e registros de alugueis de veículos serão usados nas investigações do atos terroristas deste domingo

Dentre as medidas, a PF vai analisar listas de hóspedes em hotéis e pousadas de Brasília.

Escrito por
Redação
January 8, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p></p>

<p></p>

<p>O ministro <a href="https://diariodacapital.com/bolsonaristas-invadiram-as-sedes-dos-tres-poderes-neste-domingo-8-e-deixaram-um-rastro-de-destruicao/">Alexandre de Moraes</a>, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu na madrugada desta segunda-feira (9), que a investigação que deverá rastrear a participação de golpistas nos ataques de domingo aos prédios dos Três Poderes.</p>

<p>Dentre as medidas, a Polícia Federal vai analisar listas de hóspedes em hotéis e pousadas de Brasília, buscar imagens de câmeras de segurança e dados de geolocalização dos golpistas, além de mapear os donos, passageiros e financiadores dos ônibus que trouxeram os apoiadores de Jair Bolsonaro a Brasília.</p>

<p>Moraes determinou à PF que cheque "junto a todos os hotéis e hospedarias do Distrito Federal" as listas com os nomes de hóspedes que chegaram ao DF a partir da última quinta-feira, quando vários veículos trazendo bolsonaristas de diversas partes do país começaram a chegar à capital federal.</p>

<p>A ordem do ministro também inclui a análise de imagens dos saguões dos hotéis e de "todas as imagens das câmeras do Distrito Federal que possam auxiliar no reconhecimento facial dos terroristas que praticaram os atos do dia 8 de janeiro", segundo trecho da decisão. O objetivo é identificar eventuais <a href="https://diariodacapital.com/ministerio-da-justica-conta-com-canal-direto-de-denuncia-para-os-ataques-de-domingo/">participantes dos atos terroristas.</a></p>

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas