Matérias
Saúde e Bem Estar

27 pessoas tiveram que passar por atendimento médico na abertura do Festival

Foi constatado que das 27 notificações, 10 foram de turistas nacionais.

Escrito por
Rhyvia Araujo
June 30, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p>Conforme monitoramento divulgado neste sábado, 1, pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), 27 pessoas tiveram que passar por atendimento médico na primeira noite do 56º Festival Folclórico de Parintins que aconteceu nesta última sexta-feira, 30.</p>

<p>Das 27 notificações, em 24 horas, 15 foram na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Bumbódromo, 5 na Unidade Básica de Saúde (UBS) Fluvial de Parintins Lígia Loyola, 5 no Hospital Regional Dr. Jofre Matos Cohen e 2 na UBS Irmão Francisco Galliani.</p>

<p>Os sinais e sintomas apresentados pelos pacientes foram dor de cabeça (41%), tosse (30%), mal-estar (22%), dor de garganta (22%), náuseas (19%), febre (15%), vômitos (11%) e coriza (11%). As hipóteses diagnósticas foram: síndrome gripal (37%), amigdalite (19%), intoxicação alimentar (15%), gastroenterocolite aguda (GECA) (15%) e trauma (15%).</p>

<h2>Perfil dos pacientes</h2>

<p>Foi constatado que das 27 notificações, 10 foram de turistas nacionais, 10 trabalhadores diretos do evento, 4 moradores local e 3 trabalhadores indiretos do evento. Ainda das 27 pessoas atendidas, são 11 do sexo masculino e 16 do sexo feminino.</p>

<p>Foram 1 com idade entre 10 e 14 anos, 2 entre 15 a 24 anos, 9 entre 25 a 34 anos, 5 da faixa etária de 35 a 44 anos, 7 de 45 a 54 anos e 3 de 55 a 64 anos. Do total de notificações, 2 pessoas no Pará, 1 no Distrito Federal, 1 em São Paulo e 22 pessoas residem no Amazonas, sendo 10 em Parintins, 9 em Manaus, 2 em Presidente Figueiredo e 1 em Itacoatiara.</p>

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas