Matérias

1ª Copa das Florestas realiza sorteio de grupos

O torneio começa no dia 16 de agosto, com duração de 9 semanas.

Escrito por
Lucas Albarado
July 13, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Leia Também

<p>Na manhã desta sexta-feira, 14, aconteceu o sorteio da Copa da Floresta, que reunirá 36 seleções de municípios do interior do Estado do Amazonas. A competição acontece pela parceria com a federação amazonense de futebol e a confederação brasileira de futebol.</p>

<p>Durante o evento, <strong>Ednailson Rozenha, atual presidente da FAF</strong> falou como a competição é significativa para os habitantes originários e o povo do interior. </p>

<p>"O futebol do interior merece ser valorizado. Não podemos pensar no esporte sem pensar na preservação da floresta. O interior merece voltar a ter esperança, queremos que eles voltem a ter esperança, queremos revelar talentos" </p>

<p>Os jogos começam no dia 16 de agosto, e seguem até o dia 14 de outubro, com 9 semanas de duração. As partidas acontecem de quarta a sábado.</p>

<p>Manaus e Manacapuru ainda não possuem Liga regularizada junto a Copa da Floresta, e apenas por isso estão de fora desta edição e, a partir do próximo ano, ao conseguirem os documentos necessários, poderão participar. </p>

<p>De acordo com <strong>Weden Cardoso, presidente da Comissão Estadual de Árbitros de Futebol (CEAF)</strong>, uma das melhorias na competição, é a presença de árbitros profissionais durante as partidas, algo que não acontecia na Copa dos Rios. </p>

<p>“Nos anos anteriores a arbitragem era amadora. Os jogos terminavam em confusão, até sobrecarregando o Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Agora, nós vamos ter árbitros da FAF, árbitros do quadro Nacional, e árbitros FIFA. Todos habilitados para fazer grandes jogos, vamos escalar os melhores” informou </p>

<p>Weden ainda informou que, a partir do dia 15 de julho, o curso profissional de arbitragem tem início e a longo prazo, a FAF tem a ambição de montar a maior escola de árbitros do país, nos próximos anos. </p>

<h2>Realização para os municípios </h2>

<p><strong>Cláudio Nobre, presidente da Associação da Liga Esportiva de Parintins</strong> (ALEPIN), informou que os Campeões das chaves, das semifinais, farão a final no estádio da melhor campanha da competição.</p>

<p>O atual campeão é Canutama, quando o torneio ainda se chamava Copa dos Rios.</p>

<p>Ainda conforme o presidente da FAF, a CBF abraçou a ideia da competição, e os prefeitos dos municípios estão vivendo a Copa das Florestas. </p>

<p>“A CBF é coordenada por um cafuzo (descentes de indígenas e negros), e quando ele soube do nosso propósito de valorizar os povos originários, ele abraçou a ideia e alcançamos o objetivo de apresentar o Amazonas para o Brasil, que sá, ao mundo” disse</p>

<p>Para ser realizada, a Copa das Florestas tem <strong>um investimento de mais de R$ 1 milhão</strong>, que serão distribuídos em premiações, logística, alojamentos e alimentação de qualidade em restaurantes. O presidente da FAF ainda revelou que, em 2024, possivelmente acontecerá a Copa das Florestas Feminina.</p>

<p>O evento não só ajuda o esporte local, como movimenta a economia das cidades, que receberam por uma semana, mais de 100 pessoas que participaram das partidas, entre atletas e comissão técnica.</p>

<p>"Já recebi notícias do prefeito de Maués, ele me disse que a cidade está fervorosa. Eles estão felizes de serem escolhidos como uma das sedes, estão realizando várias peneiras para formar a seleção. Estão com esperança, as partidas serão uma vitrine da FAF e CBF para os jovens" afirmou. </p>

<p><strong>Cleberson Menezes, Vice Presidente da Associação das Ligas e Presidente da Liga de Rio Preto da Eva</strong>, falou com o Diário da Capital sobre suas impressões e expectativas.</p>

<p>"A importância desse evento é muito grande. O novo presidente, Rozenha, trouxe essa renovação para a Copa da Floresta. Para os municípios é muito gratificante a transferência do sorteio, transparência da organização para que todos os municípios revelem jogadores, e que eles consigam jogar uma série A do Campeonato Amazonense. Nós vínhamos buscando essa valorização dos atletas de base dos municípios, algo que há muito tempo não acontecia. O trabalho com a CBF é importante para que a gente seja enxergado. </p>

<h2>Como ficaram os grupos</h2>

<p>A - <strong>Presidente Figueiredo</strong>, Iranduba, Urucará, Itacoatiara, Silves e Rio Preto da Eva</p>

<p>B - <strong>Alvarães</strong>, Fonte Boa, Tefé, Uarini, Codajás e Coari</p>

<p>C - <strong>São Paulo de Olivença</strong>, Jutaí, Santo Antônio do Iça, Tabatinga, Amaturá e Tonantins</p>

<p>D - <strong>Humaitá</strong>, Manicoré, Labrea, Tapauá , Nova Olinda do Norte e Canutama</p>

<p>E - <strong>Maués</strong>, Barreirinha, Parintins, Boa Vista dos Ramos, Urucurituba e São Sebastião de UatumãF - <strong>Manaquiri</strong>, Novo Airão, Caapiranga, Santa Isabel, Anori e Barcelos.</p>

No items found.
Matérias relacionadas
Nenhum item encontrado
Matérias relacionadas
Nenhum item encontrado